Câmara Municipal de Itabira

Previsão do tempo

Painel do site
Você sabia?
Imprimir Email

Câmara

Neidson Freitas implanta sistema de Pregão na Câmara

por Assessoria de Comunicação

12/04/2017 15:33

A Câmara Municipal de Itabira terá, nos próximos dias, a sua primeira licitação na modalidade de Pregão Presencial. Desde que assumiu a presidência do Legislativo, o vereador Neidson Dias Freitas (PP) tem feito uma gestão focada nos princípios constitucionais da Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência, como é o dever de todo gestor público. Por sua determinação, está sendo implantado o sistema de Pregão Presencial e posteriormente o Pregão Eletrônico.

Em meados de fevereiro começou a ser trabalhada a implantação da modalidade. No início do mês de março, uma equipe composta por seis servidores, todos concursados, foi treinada e habilitada para serem pregoeiros e equipe de apoio na Câmara de Itabira. No dia 31, uma portaria do presidente estabeleceu a modalidade como forma de licitação da Casa. Serão dois pregoeiros e mais três pessoas na equipe de apoio.

Segundo a Coordenadora de Compras da Câmara, a servidora Edelves Almeida, O “Pregão” é a modalidade mais recente de licitação e foi instituída pela Lei Federal nº 10.520/02. “Diferentemente das outras modalidades, no “Pregão” o envelope “proposta” é aberto primeiro e, depois da classificação das propostas escritas, ocorre uma etapa de lances em que os participantes têm a possibilidade de reduzir ainda mais suas propostas. Somente após a classificação final é aberto o envelope de habilitação", explicou Edelves.

A servidora Vera Regina Camilo, Auxiliar do Setor de Licitações da Câmara, disse que há vários anos os servidores buscavam a implantação do “Pregão” e que sempre encontravam obstáculos. Mas atualmente, com a nova administração, tudo ficou mais fácil e eles estão animados para utilizar-se da ferramenta. “É bom frisar que o “Pregão” pode ser realizado para aquisição de bens e serviços comuns, independente do valor", esclareceu Vera.

O presidente colocou a iniciativa como um benefício para a moralidade: “Nosso dever como gestores do dinheiro público é buscar mecanismos que tragam a transparência e a eficácia dos atos que praticamos. O “Pregão” já existe há vários anos e está provado que sua utilização só traz benefícios, tanto em economia, quanto clareza. Tenho certeza que num futuro próximo teremos bons resultados", disse Neidson Freitas.



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página